Are You The One?

classic Clássica list Lista threaded Em Árvore
6 mensagens Opções
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Are You The One?

Yanko
Administrador
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: Are You The One?

AnieyBelle
O garoto dará um fim as provocações jogando o moletom que poucos minutos atrás cobria parte do meu corpo em uma das câmeras que filmava-nos abertamente, segurou firmemente minhas coxas levantando-nos  - Para onde está nos levando, Anthony?  - Perguntei retoricamente mesmo sabendo o que ele queria com tudo aquilo. Subiu os degraus, não de modo vagaroso e sem lentidão parando-se de frente à porta do que aparentemente era o quarto do "sexo", esbocei um sorriso de canto para o rapaz logo depositando-lhe um selinho  - Sabia que conheceria-o, porém, ser a primeira a frequenta-lo me soa irônico  - Comentei baixo levantando-me ficando por cima do macio colchão e puxando Anthony para próximo a mim - Chega de brincadeiras  - Afirmei quanto ao que o homem falara. Seus lábios percorreram minhas pernas subindo vagarosamente até chegar próximo a minha intimidade, onde sem delongas tirara minha calça deixando-me seminua, assim como as outras - Creio ter superado as moças de lingirie  - Ri baixo depositando-lhe um beijo percorrendo minhas mãos por sua coluna. Embora ser comandada me desse uma sensação boa, comandar me proporciona prazer assim como controle. Troquei de posição com o rapaz, ficando por cima do mesmo, rocei sua intimidade, rebolando na mesma enquanto beijava-o calmamente - Quer dar as honras?  - Apontei para meu busto mordiscando o lábio em sinal de dúvida.
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: Are You The One?

NaomiKeiko

Eu estava disposto a fazer certas coisas que envolviam meus dedos, línguas e a intimidade de Lea, mas pelo jeito teria que adiar esses planos, pois a morena me puxou e deitou-me na cama, se pondo sobre mim. Indicou o sutiã, enquanto seu quadril dançava sobre minha box que escondia meu membro já pulsando. Finalizei o beijo novamente lhe puxando o lábio inferior com os dentes, dessa vez com mais avidez e me sentei para logo depois trilhar beijos e mordidas por seu queixo, maxilar, pescoço, clavícula e finalmente desci para seus seios, onde num deles uma de minhas mãos massageava por baixo do sutiã enquanto no outro seio eu o deixei a mostra para beijar-lhe a auréola e mordiscar.
A paciência acabou e eu procurei o fecho do seu sutiã nas costas e o abri com uma das mãos enquanto a outra já tratava de baixar uma das alças e logo se livrar da peça. Minha boca que antes se ocupava beijando a de Eleanor parou mais um beijo para esboçar um sorriso fraco e malicioso enquanto meus olhos se acaloravam com a vista dos seios da morena.
E imediatamente meus braços rodearam a cintura de Lea, a abraçando e mantendo seu contato mais próximo ainda, com o seu quadril sobre o meu, onde a ereção já há um tempo presente teimava em pressionar a peça íntima de Lea, ou melhor, sua intimidade. Minhas palmas desceram até chegar em suas nádegas e apertá-las enquanto meus lábios se ocupavam com beijos e mordidas primeiramente no pescoço da moça para então descer para seu seios.
Eu nada dizia, e talvez nem conseguia além de soltar lufadas de ar pela boca e suspiros. O ar gelado da central de ar do quarto já não entrava mais em harmonia com a febre de meu corpo.
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: Are You The One?

AnieyBelle
Em resposta à esta mensagem postada por Yanko

Puxei Anthony em direção ao meu corpo e selei nossos lábios com pressa. Não havia tempo para mais distrações. O beijo, de cara, foi um beijo carregado de luxúria. Minhas mãos bagunçavam os cabelos que ela alcançava e a outra segurava firmemente em um dos lados de seu rosto.
Ele, com uma mão, explorava a lateral do meu corpo. Nossas línguas se tocavam ferozmente e o frio que eu sentia agora há pouco havia se transformado no mais quente calor que alguém pode sentir. Sua intimidade roçava a minha, estava explícito a ereção de seu pênis, sem delongas, retirei-lhe a cueca com pouco esforço esboçando um sorriso de canto quanto ao que vera, com ambas as mãos fazia movimentos de vaivém  na base de seu pênis. Alternei entre beijos leves e molhados de baixo para cima. Rapidamente, enrijeci os lábios no formato da sua intimidade e com movimentos ritmados chupei-o por alguns instantes. Com os lábios, subia e descia a boca por todo o pênis tomando cuidado com sua glande, chupei a cabeça do seu cacete como se este, fosse um delicado e saboroso pirulito. Sempre alternando entre lábios, língua e beijos sempre.
 Estimulei seus testículos com uma das mãos, apertando-os levemente para não feri-lo. Em todo processo me concentrei em seus olhos, fitando-os abertamente.
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: Are You The One?

NaomiKeiko

Eleanor não parava de me surpreender, pois sua atenção se voltou para meu membro latejando em minha box (que acabou de ser retirada). E como eu fizera com seus seios, ela simplesmente brincou com minha intimidade. Lambidas, mordidas, beijos, sugadas, até colocar toda minha extensão em sua boca, o que me fez urrar de prazer. Lhe instigava com acenos de cabeça e carícias na raiz de seus cabelos, chegando a empurrá-la por alguns instantes para que fosse um pouco mais fundo em suas chupadas. Em momento algum eu deixei de sustentar seu olhar. Ela estava me agradando demais em só um dia, me fazendo esboçar um sorriso malicioso.
Instantes depois eu tive que tirá-la dali ou eu não sobreviveria por muito tempo. – Minha vez – a puxei, fazendo com que ficasse cara a cara, então girei nossos corpos e logo ela estava por baixo. Comecei trilhando beijos e mordidas a partir de sua boca, passando para o maxilar, pescoço, busto, seios - nestes eu demorei mais, barriga e finalmente cheguei à sua calcinha, observando o quão já estava úmida e me fazendo sorrir satisfeito.
Primeiramente lambi e massageei o clítoris por cima do tecido, mas o perfume, a umidade e a macies de sua intimidade me tentavam ao extremo. Minhas mãos, que antes seguravam suas coxas que estavam ao redor de minha cabeça e apoiadas em meus ombros, agora retiravam a calcinha com volúpia e pressa. Revelou-se então sua vagina, que me arrancou um sorriso e me tentou a dar-lhe carícias e mordiscadas leves. Lubrifiquei dois dedos com o líquido de Eleanor, introduzindo-os logo depois em sua entrada enquanto minha boca se ocupava com seu ponto erógeno, fazendo movimentos circulares e sugando. A mão livre de primeira lhe apertava uma de suas nádegas com certa força, e logo depois subiu até um dos seios onde passou a massageá-lo.
Meus dedos não duraram muito dentro de Eleanor, onde faziam movimentos de vai e vem, circulares e lhe acariciando as paredes de seu interior. Logo minha língua estava dentro dela, explorando-a e sentindo ainda mais seu gosto que aguçavam mais meus sentidos e fazia a adrenalina pulsar mais rápido em minhas veias, enquanto minhas mãos se encarregavam de massagear seus seios.
E, como Lea, meus olhos não desviaram em momento algum dos seus. E quando eu percebi que ela também estava chegando ao seu limite eu terminei a carícia oral com um beijo, logo me levantei e fui no criado mudo, cuja gaveta previsivelmente tinha vários preservativos de vários tipos, o que me fez abafar um riso e escolhendo um sem capricho algum. Abri a embalagem e cobri meu membro com o preservativo, logo meus passos se voltaram para a cama e subi a mesma, me pondo por cima de Eleanor - mais exatamente entre suas pernas - e comecei outro beijo com a morena, com volúpia e repleto de desejo enquanto a ponta de meu pênis já se introduzia em sua vagina. Apoiei meu peso em um cotovelo enquanto o outro braço mantinha os dedos fincados nos cabelos de Eleanor, que tinha suas pernas abraçando meu quadril. Eu a estocava cada vez mais rápido e com mais pressão enquanto meu juízo se perdia nos beijos da morena e nos sons prazerosos que ela proferia.
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: Are You The One?

AnieyBelle


Anthony, o garoto cujo intimidade estava em minha boca, pronunciou algo puxando-me, fazendo nossos rostos aproximarem-se, logo se pondo por cima de mim, começou beijando (alternando entre mordidas) meus lábios, descendo gradativamente, até chegar sua boca próxima a minha intimidade.
Minhas unhas cravaram suas costas enquanto ele me saboreava com volúpia, espasmos se espalharam pelo meu corpo. Sem delongas, Tony introduziu dois dedos na minha vagina fazendo movimentos vaivém,  conduzindo os dedos dentro de mim com maestria, ele sabia o que estava fazendo, meu corpo arqueou no colchão enquanto eu oferecia mais meu sexo para ele, ainda com os dedos dentro de mim Anthony olhou-me com um sorriso malicioso.
Ele rapidamente tirou os dedos substituindo os mesmos por sua língua, o contato com aquela língua fervente fez com que os espasmos se alongassem  - Anthony - Pronunciei urrando baixo.
Levantou-se indo a um criado mudo onde continha alguns preservativos, coloquei uma mecha de cabelo atrás da orelha antes que o garoto voltasse. Pondo-se por cima de mim, suas mãos passaram por entre os nossos corpos fazendo com que ele pincelasse meu clitóris, em segundos Tony colocou seu membro dentro de mim ainda beijando-me, meu corpo estava esgotado, aquela sensação prazerosa vinha em forma de explosão, não era a língua ou o dedo, era o membro dele pulsando por entre as paredes da minha vagina, introduzia e retirava seu pênis em movimentos harmônicos e intensos.  Troquei nossas posições, pondo-me por cima do mesmo, onde rebolava em movimentos vaivém beijando-o de forma calma. Esbocei um sorriso de canto selando nossos lábios uma última vez, deitando-me ao seu lado, entrelacei minha perna envolta da sua colocando minha mão em seu peito  - Você é bom - Falei por fim mordiscando o lábio inferior.